Skip to content
Tropical Hub 19 de Dezembro de 2022 3 min de leitura

Ops Hub: entenda as três categorias da ferramenta

Para que os sistemas da empresa funcionem de maneira correta, integrados e organizados, a equipe de operação deve dominar o gerenciamento de dados e utilizar softwares que colaborem para a tarefa. Com o CRM HubSpot, a ferramenta para essa função é o Operations Hub.

O Ops Hub é como se fosse os “bastidores” das ferramentas digitais de marketing, vendas, serviços e receita. Inclusive, o RevOps (operações de receita) é um conceito que, somada à organização e automação de dados do Operations Hub, permite integrar as equipes, pois diz respeito ao alinhamento entre as áreas de empresa para otimizar a obtenção de receita, bem como a inserção de informações para controle na plataforma HubSpot. 

Por que o Ops Hub é essencial em todos os hubs?

Marketing, Sales, Service e CMS. Todos eles conectados pelo 5º hub: o Operations. O que acontece, na verdade, é que cada ferramenta HubSpot será administrada por uma equipe de especialista de sua respectiva área. Assim, os dados são gerenciados por times diferentes, e podem ser compartilhados com ferramentas externas.

O Ops Hub tem como objetivo unir e parametrizar os dados entre as equipes. Ele permite conectar aplicativos, limpar e organizar dados e automatizar processos de negócios. Tudo isso resulta em gestão mais fluida, com informações claras para que os profissionais possam tomar decisões mais assertivas. E para tornar essa organização técnica possível, o Operations Hub possui três categorias.

Entendendo as três categorias do Ops Hub 

Data Sync - para sincronizar dados entre ferramentas; Data Quality Automation - para automatizar processos e higienizar dados; Custom Programmable Automation - para modelar dados e gerar relatórios mais precisos. Essas são as três divisões do Ops Hub e vamos nos aprofundar em cada uma delas:

1. Data Sync

Quanto mais sistemas usados na empresa, mais dados desconectados. O Data Sync (sincronização) é justamente a conexão entre as plataformas, de modo com que os dados sejam protegidos e “espelhados”, ou seja, quando um colaborador alterar informações em um sistema, a configuração será refletida no outro software.



2. Data Quality Automation

Exemplo prático: quando uma planilha de contatos é importada, ou mesmo através do preenchimento dos formulários, pode acontecer dos nomes não estarem formatados. Assim, um lead pode ser cadastrado como “JOSÉ”, enquanto outro como “maria” e um terceiro como “antÔnio”. O problema é que, ao enviar mensagens, os nomes estarão despadronizados nos e-mails. O Data Quality é justamente uma inteligência de personalização de dados para que eles sejam organizados de acordo com os critérios definidos pela equipe. Ou seja, além de formatar nomes - como nosso exemplo - é possível formatar outros campos, como telefone por exemplo, e selecionar quais são importantes de manter na base, tudo de forma automatizada, evitando erros manuais.



3. Custom Programmable Automation

É a possibilidade de automatizar e potencializar os workflows por meio de código, ativando recursos que não seriam possíveis nativamente na plataforma. Ou seja, a empresa pode trabalhar com códigos customizados diretamente do HubSpot, descartando em muitos casos a necessidade de um ambiente externo (data warehouse) para as parametrizações. 

Ops Hub integrado com demais Hubs do CRM HubSpot na prática

A definição do Ops Hub como os “bastidores” dos demais pode ser vista da seguinte maneira: 

 

  • Ops Hub + Marketing Hub: a importação de contatos e geração de leads pode ser muito mais prática graças à operação automatizada para padronizar nomes, endereço e até interesse dos leads, para comunicações mais assertivas e profissionais.

  • Ops Hub + Sales Hub: assim como no Marketing Hub, o Operations tem grande impacto na automação de processos. Assim, cálculos avançados de receita, rotação de leads complexas e interação entre os objetos tornam-se parte da rotina operacional de vendas.

  • Ops Hub + Service Hub: ao organizar os dados, os relatórios de desempenho da empresa são mais claros e assertivos. Essa visualização é essencial para a equipe de relacionamento, pois é a partir dos resultados que o pós-vendas entra em ação para fidelizar clientes com estratégias pertinentes a cada perfil.

Enfim, esses são apenas alguns exemplos das possibilidades de melhoria com o Ops Hub. Em resumo, ele é essencial para conectar todos os hubs, bem como ferramentas externas que sua empresa costuma utilizar.

Organize os dados da sua empresa com o Ops Hub!


Para negócios no ambiente digital, os dados são o centro da sua tomada de ação, pois é por meio deles que o contato é feito e os relatórios são analisados. Por isso, não deixe de implementar uma plataforma poderosa que permite conectar equipes. Nesse sentido, explore HubSpot e invista em um plano do Ops Hub que faça do CRM uma central bem organizada e sem atritos.

 

Implementação HubSpot customizada com especialistas

 

avatar

Tropical Hub

Desbravamos, exploramos e inovamos com HubSpot no Brasil.